sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Competências Gerenciais e Níveis Hierárquicos

NÍVEIS HIERÁRQUICOS E COMPETÊNCIAS GERENCIAIS

    Conteúdo um pouco mais complicado que o disposto até o momento, este assunto necessita de muito estudo e muita atenção, no entanto é algo que pode e deve ser aplicado no dia a dia, em tese é matéria inerente a qualquer empresa e órgão público. O ideal é que todos colocassem isto em prática, mas quando não se sabe nem a teoria fica difícil praticar, então vamos a teoria para podermos praticar.


COMPETÊNCIAS GERENCIAIS     Claude Lévy-Leboyer assim definiu Competências gerenciais: " Um conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes que algumas pessoas, grupos ou organizações dominam melhor do que outras, o que as faz se destacar em determinado contexto."
Estas são as habilidades necessárias para que uma pessoa seja eficiente e eficaz no âmbito administrativo. Assim enumeradas.

1.Conhecimento – Estar a par das informações necessárias para poder desempenhar com eficácia as suas funções
2. Habilidade – Estas podem ser divididas em
2.1 - Técnicas (Funções especializadas)
2.2 - Administrativas (compreender os objetivos organizacionais)
2.3 - Conceituais (compreender a totalidade)
2.4 - Humanas (Relações Humanas), Políticas (Negociação).

O autor Mintzberg divide em 8 Habilidades.
2.1 – Relacionamento com os colegas de mesmo nível hierárquico
2.2 – Liderança – Orientação, Motivação, Uso da Autoridade
2.3 – Resolução de Conflitos – Produz tensão e exige tolerância
2.4 – Processamento de Informações – habilidades de comunicação
2.5 – Tomar decisões em condições de ambigüidade
2.6 – Alocação de Recursos – Recursos são sempre escassos
2.7 – Empresariais – Busca de problemas e oportunidades
2.8 – Introspecção – Reflexão e auto-análise

3. Atitude – Sair do imaginário e colocar em prática, fazer acontecer.

4. Comportamento – Maneira de agir, ponto de referência para a compreensão da realidade.

Agora uma árvore de competências, interessante que é algo que pode ser posto em prática no seu trabalho. Extraído da obra de Maria Rita GramignaPara ver o artigo completo da autora acesse:Este Link



1. Pergunte-se e pergunte aos outros: que atitudes são exigidas em minha atual função?
2. Faça o rol de atitudes desejáveis.
3. Crie uma forma de auto-avaliação e peça feedback aos pares.
4. Antene-se: que conhecimentos você domina e quais aqueles que deve agregar? Aja e corra atrás do tempo! Lembre-se: para subir a montanha, temos que iniciar pela base. Vale o primeiro passo.
5. Pergunte-se o que você sabe fazer bem em seu trabalho e faça sua avaliação de habilidades.
6. Procure saber com seus pares, liderados e líderes como o enxergam.
7. Compare os resultados, levando em consideração que aquilo que você sabe mas os outros não sabem que você sabe, merece um tratamento de marketing.
8. Faça seu rol de metas definindo as habilidades que você quer desenvolver ou demonstrar nos próximos meses.
9. Defina uma forma de avaliar seus progressos.

10. Peça feedback sobre seu desempenho.

NÍVEIS HIERÁRQUICOS
     Existem basicamente 3 níveis hierárquicos dentro de uma organização, que são divididos em
Nível Estratégico (ou Nível Institucional) – Elabora as estratégias, faz o planejamento estratégico da empresa normalmente esse posto é assumido por presidentes e alta direção da empresa, os representantes deste nível devem possuir principalmente habilidades conceituais.
Nível Tático (ou Nível Intermediário) – Este nível é desempenhado pelos Gerentes é um nível departamental, e seus integrantes necessitam em especial de habilidades humanas para motivar e liderar os integrantes do nível operacional.
Nível Operacional – Estes são os supervisores que necessitam de habilidades técnicas por trabalharem de forma mais ligada a produção.
É de suma importância que os níveis hierárquicos estejam bem definidos dentro da organização para que cada um saiba o seu lugar e suas competências. Administrar é interpretar os objetivos da organização e transformá-los em ação por meio de planejamento, organização, controle e direção de todos os níveis organizacionais.
Abaixo uma tabela extraída do site do Marcio D’avila, de autoria do mesmo.
CARACTERÍSTICASNÍVEIS
ESTRATÉGICO TÁTICO OPERACIONAL
AbrangênciaInstituiçãoUnidade, DepartamentoSetor, Equipe
ÁreaPresidência, Alto ComitêDiretoria, GerênciaCoordenação, Líder Técnico
PerfilVisão, LiderançaExperiência, EficáciaTécnica, Iniciativa
HorizonteLongo PrazoMédio PrazoCurto Prazo
Foco DestinoCaminhoPassos
DiretrizesVisão, ObjetivoPlanos de ação, projetosProcessos, atividades
ConteúdoAbrangente, Genérico Amplo, mas sintéticoEspecífico, Analítico
AçõesDeterminar, Definir, orientarProjetar, GerenciarExecutar, manter, Controlar, analisar
Software Painel de ControlePlanilhaAplicações específicas


Esta pirâmide que mostro abaixo é de autoria do grande mestre Idalberto Chiavenato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário